Prefeitura Municipal de Caxias > Cultura > Pirografia é destaque na Feirinha da Gente

A Feirinha da Gente que já se consolidou como um ponto cultural da cidade de Caxias segue em 2018 expondo o artesanato, a culinária, os produtos da agricultura familiar e as atrações culturais.

Lugar de visitação aos domingos a partir das 08h até às 15h, a Feirinha da Gente chega ao sexto mês de existência promovendo o hábito de fazer as pessoas se encontrarem em praça pública e se confraternizarem aproveitando as delícias da cidade, seja no café da manhã, no lanche ou no almoço preparado na hora. Aos que também desejam, é possível conferir com está a saúde.

Nesse domingo, retomando as festividades da passagem de 2017 para 2018, os caxienses retornaram à Feirinha para aproveitarem as diversas opções. O fotógrafo Hilton Viana aproveitou a visita para receber o trabalho em Pirogravura realizado pelo artista caxiense Pedro Arcanjo.

“Eu sempre venho à Feirinha quando estou em Caxias. Achei muito boa, é válida a criatividade dos artesãos e é muito bom para a cidade. Eu fiz uma encomenda com o Pedro Arcanjo que faz um excelente trabalho com a Pirogravura. Eu dei a foto e ele fez, está de parabéns”, disse Hilton Viana, fotógrafo.

Hilton Viana e sua esposa recebendo o trabalho em Pirogravura realizado pelo artista caxiense Pedro Arcanjo.

O artista caxiense Pedro Arcanjo, que há mais de 15 anos trabalha com o estilo, segue uma tradição que remota séculos. A palavra Pirografia é de origem grega e significa escrita + fogo, levando a uma arte primitiva ancestral, tendo florescimento a partir da criação de instrumentos de metais.

Os primeiros trabalhos em Pirogravura foram realizados em 1751 na Inglaterra, onde as mulheres realizavam trabalhos detalhados. Hoje muitas peças desse período estão expostas em museus da Europa.

Pedro Arcanjo, artista.

O caxiense não lembra onde viu, mas quando olhou a técnica logo lhe chamou a atenção, passando a se informar e estudar mais sobre o assunto até aprimorar a sua própria prática. Hoje ele consegue construir obras de arte em poucas horas com grande riqueza de detalhes.

“Eu sigo essa tradição, olhei por aí e me chamou atenção. Fui me informar melhor e aí eu comecei a desenvolver. A gente tem muito trabalho espalhado pelo Brasil e até mesmo fora do Brasil. A Feirinha foi pra mim uma vitrine. Tem peças para pronta entrega e a gente faz também sob encomenda”, explica Pedro Arcanjo, artista.

Confira mais fotos da Feirinha da Gente: