Prefeitura Municipal de Caxias > Notícias > Saúde > JANEIRO ROXO – Campanha alerta população contra Hanseníase

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Coordenação de Vigilância Epidemiológica e do Programa Municipal da Hanseníase, desenvolveu os trabalhos da Campanha Mundial contra a doença, conhecida como Janeiro Roxo, que segue até o final deste mês em Caxias.

As ações da Campanha foram realizadas na última sexta-feira (19) na Unidade Básica de Saúde do Bairro Caldeirões e também junto à comunidade, levando informações de casa em casa. Dona Antônia Alves e dona Maria das Graças receberam as orientações dos Agentes Comunitários de Saúde.

“Eu acho ótima porque a gente não sabe, não se previne, aí quando vai se prevenir já está fora do tempo, aí a pessoa vai dar mais trabalho para ficar bom. Foi bom saber que a gente pode procurar o posto pra se informar”, disse Antônia Alves, moradora do Bairro Caldeirões.

“É muito bom, porque tem muitas pessoas que não podem ir ao médico, aí vindo aqui em casa já ajuda, facilita”, agradeceu dona Maria das Graças, moradora do Bairro Caldeirões.

O Maranhão ocupa a 3ª posição em casos de Hanseníase no Brasil; é o 1º do Nordeste e, no ano passado, registrou 3.005 casos. Em 2017 Caxias teve 97 casos notificados.

Os bairros registrados com os maiores índices em Caxias foram Cangalheiro, Mutirão e Caldeirões. A Hanseníase é causada por uma bactéria e é mais comum em ambientes insalubres. Os sintomas são: manchas na pele, perda da sensibilidade, nódulos e diminuição da força muscular. Tanto a avaliação, quanto o tratamento da doença podem ser obtidos em qualquer das Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) do município. O coordenador do Programa da Hanseníase em Caxias, Ivo Ferro, destaca a importância de seguir o tratamento a risca.

“A Hanseníase pode passar de uma pessoa para outra através de gotículas de saliva, por meio de um beijo, uma conversa. A Hanseníase tem cura, nós temos o tratamento para Hanseníase em todas as UBS’s tanto da zona urbana, quanto da zona rural. Nós estamos com equipes treinadas para fazer o atendimento. Nós temos dois tipos de tratamento: temos os pacientes que são paucibacilares, que é de seis meses, e temos também os multibacilares, que o tratamento é de um ano. Todos os meses esses pacientes têm que se fazerem presentes nas unidades para tomar a medicação”, explicou Ivo Ferro, coordenador do Programa da Hanseníase em Caxias.

A secretária municipal de Saúde, Socorro Melo, lembra que a forma de prevenção mais eficaz é a conscientização da comunidade.

Socorro Melo, secretária municipal de Saúde.

“Essa é uma campanha de conscientização da Hanseníase. Nós estamos nessa Campanha fazendo a busca ativa onde tem a maior incidência, então a gente está indo de casa em casa distribuindo folders. A Hanseníase, uma vez que você se contamine pode passar até 10 anos para surgirem os sintomas, então realmente é uma Campanha educativa de conscientização, de prevenção”, destacou Socorro Melo, secretária municipal de Saúde.

Confira mais fotos:

Confira os locais das próximas ações:

Confira a reportagem: